Central do Conhecimento

Processos padronizados para a gestão do sistema de treinamento de atletas (Parte I)

Autor: Gustavo Maia

 

Imagine uma escola que abarque o ensino infantil e o ensino médio. Nessa escola, cada professor:

 – Emprega seu próprio método para definir metas a serem alcançadas pelos alunos

– Utiliza seu próprio método de classificação de conteúdos

– Faz a sua própria proposta de progressão de conteúdo

– Utiliza diferentes modelos de documentos para efetuar o registro das atividades

– Executa o seu próprio sistema de avaliação

Evidentemente uma realidade como a relatada no exemplo acima, certamente, causaria enorme perturbação para a adequada condução das atividades de ensino. Gerenciar um sistema de ensino com essas características pareceria absurdo não é mesmo?

Vejamos a seguir outro exemplo relacionado, agora, ao sistema de treinamento de atletas. Suponhamos que numa determinada organização esportiva os profissionais que atuam com a preparação dos atletas:

– Empregam métodos distintos para definir metas a serem alcançadas pelos atletas

– Não utilizam catálogos de exercícios padronizados

– Não utilizam diretrizes padronizadas para efetuar a progressão do conteúdo de treinamento

– Não utilizam modelos de documentos padronizados para efetuar o registro das atividades de treinamento

– Não executam avaliações padronizadas

Gerenciar um sistema de treinamento com essas características, certamente, causaria enorme perturbação para a adequada condução das atividades de preparação dos atletas, não é mesmo?

Que tal você explorar oportunidades de implantar melhorias e eliminar problemas relacionados ao sistema de treinamento de atletas implantando processos padronizados? Para isso proponho, baseado no ciclo PDCA, o emprego de quatro processos, conforme mostrado a seguir.

 

Processos gestao sist. treinamento fig1

 Em outros três posts (parte II, parte III e parte IV) eu irei detalhar cada um dos produtos gerados por esses processos, abraço!