Central do Conhecimento

Flexibilidade Mental

No contexto esportivo, todos conhecem o conceito de flexibilidade como uma capacidade física, essencial para qualquer atleta. Nesse texto, queremos convidar você a pensar na importância da flexibilidade mental.

O dia a dia da competição esportiva é marcado por imprevistos. Por mais que o planejamento da temporada seja cuidadosamente realizado, a periodização rigorosamente estruturada, sempre haverá um elemento que escapa do controle do atleta e da comissão técnica.

É impossível prever qual será a tática usada pelo time adversário, se o time jogará uma partida com o resultado favorável, ou se terá que correr atrás do placar, se o juiz cometerá um erro no momento decisivo da partida.

Fatores como a condições climáticas, a estratégia de prova do adversário, um mal-estar físico no dia da prova. Todas essas situações são

Diante desse cenário, a flexibilidade mental torna-se essencial. A capacidade que o atleta tem de ajustar-se ao imprevisto pode ser o fator decisivo para garantir um bom resultado.

Uma das estratégias para alavancar esta capacidade é incorporar a ideia de que, só porque algo funcionou até determinado momento, isso não garante que vá funcionar sempre. E a flexibilidade mental garante que o atleta terá mais opções para lidar com as situações que escapam do seu controle.

Assista ao depoimento de Lewis Pugh e veja a importância da flexibilidade mental para o seu sucesso. Lewis Pugh é o recordista mundial de natação em águas geladas. Ele alia o esporte a uma causa ambiental. Todos os locais em que Lewis Pugh nada são águas de origem de degelo em função do aquecimento global. Essa modalidade praticada por Lewis o coloca no limite físico do corpo humano.

http://www.ted.com/talk/lewis_pugh_s_mind_shifting_mt_everest_swim